Na Estante: A extraordinária garota chamada Estrela

Como sempre, olhei a capa desse livro e pensei ‘que coisa fofa, deve ser uma história adolescente bem bonitinha’. E concluí que estou virando expert nisso, de fato é uma história de adolescentes com romance, comportamento e aceitação, tudo relatado numa atmosfera bem ‘high school’ juvenil.

O livro conta um pouco da determinada fase da vida de Estrela, uma garota completamente orgânica, encantadora, meiga, de uma pureza e bondade quase transcendentais. É, eu me apaixonei por ela, o que acredito ter feito toda diferença na minha sensibilidade diante da história, que é narrada pelo apaixonado – mas não tão apaixonante assim e eu vou explicar porque – Leo Borlock, um cara comum do ensino médio que vê uma menina completamente diferente das que ele está acostumado a ver pelos corredores da escola e, com o passar dos dias, se vê apaixonado por ela (assim como quem começa a ler o livro haha).

IMG_4314

“Quando uma Estrela chora, ela não derrama lágrimas, mas sim luz’

A história é fofa, mas queria levantar uma questão que achei importante… Ela tem um tema que acho super delicado de tratar nesses livros voltados pra pré-adolescentes/adolescentes que é essa coisa de ter que agir de certa forma que não é a sua natural para se adequar a um grupo ou, em poucos casos, de se aceitar como você é. Mais delicado ainda é mostrar a influência que uma paixão exerce na nossa personalidade e nessa escolha. Pra quem, como eu, se envolve e se apaixona pelos personagens dos livros a qual se identifica, vai cortar o coração ao ver Estrela, uma menina realmente extraordinária, passando por cima daquilo que acredita, sem ao menos entender direito porque precisa deixar de ser ela para agradar outras pessoas, para que Leo e a ‘galera da escola’ a aceitem.

E é mais triste ainda ver isso como algo tão comum na nossa realidade. Pessoas deixam de ser quem realmente são e agir ao seu natural para agradar os outros, se enturmar, ‘ser aceito’. No caso de Estrela, é completamente por amor. Ela faz isso para que Leo se sinta mais feliz e que a harmonia que ele tanto busca com todos aconteça, mesmo que isso custe ela ser outra pessoa. E, lá em cima eu falei que o Leo não era tão apaixonante assim justamente por ser um babaca nesse ponto e ter esse tipo de atitude de se envergonhar porque a garota ao qual ele se apaixonou é tão diferente das outras pessoas, mesmo lhe proporcionando tantas experiências novas e bons momentos,  como:  “Na presença dela, eu joguei a cabeça para trás e ri alto pela primeira vez na vida.”

IMG_4317

Pra mim ficou claro, mais um vez, que esses livros mais jovens tem sim muita coisa pra ensinar pra gente, de qualquer idade, basta ter um olhar um pouco mais crítico  e reflexivo, aplicando as situações na vida real. E eu terminei o livro aos prantos, #prontofalei, porque o último capítulo é tão tão tocante e carregado de sentimentos que não deu pra segurar. Agora a melhor parte é: TEM CONTINUAÇÃO! Alguém duvida que eu vou comprar e passar na frente de todos os livros que já tenho listados pra ler?

Editora: Gutenberg  |   Autor: Jerry Spinelli  |   Número de páginas: 192

 ^C2AC964286C5B7F49A85128BB42813641D3ECA0F6277AB0C94^pimgpsh_fullsize_distr

Anúncios

5 comentários sobre “Na Estante: A extraordinária garota chamada Estrela

  1. Putz, eu tinha visto esse livro já e adorado a capa. Mas fiquei na dúvida sobre ele, justamente por esse ar infantil. Extraordinário por exemplo eu li e gostei do tema e tal, mas não leria de novo, e acho que tenho que estar bastante na pegada pra ler um livro tão ~infantil~, sabe?
    Mas vou dar uma olhada com mais calma nele depois dessa resenha. 🙂
    ADOREI as estrelinhas! ❤

    Curtir

    • Bianca eu sou MALUCA pra ler Extraordinário, tá na minha lista pra esse ano! E pelo jeito vou gostar ahaha Eu tenho sempre essa pegada de livro infantil/juvenil, acho que dá uma suavizada na correria da vida, sabe? Olha ele com carinho ❤
      As estrelinhas são handmade, um vício isso!

      Curtir

  2. Acho que sou um dos peixes fora d’água que não curte muito livro com continuação, séries e coisas do tipo… Fora isso, a história me pareceu interessante e eu compreendo a dor que deve ser ver Estrela se mudar. Acredito que a maioria de nós passou por isso em algum momento da vida. Certamente, me serviu de aprendizado, mas talvez fosse bem melhor que todos pudéssemos ser quem somos, sempre. Espero que, aos mais jovens, o livro realmente consiga ensinar isso! 🙂

    Curtido por 1 pessoa

    • Lari, há vantagens em não curtir, a ansiedade agradece haha Com certeza a história é muito real, mesmo com todo o exagero em deixar a Estrela uma menina tão mágica que faz a gente duvidar se ela existe mesmo, a base da história acontece todos os dias, infelizmente. Também espero o mesmo, queria espalhar esse livro em todos os lugares pra ter certeza de que muitas pessoas vão ler e aprender!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s